Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Um estudo produzido pela Ebit, empresa especializada no mercado de e-commerce, mostra que as vendas pela internet seguem crescendo constantemente no Brasil. De acordo com o levantamento – o 34º WebShoppers- as vendas online atingiram um faturamento de R$ 19,6 bilhões apenas no primeiro semestre de 2016, um valor 5,2% maior que o mesmo período de 2015.

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Vendas no Pinterest podem impulsionar pequenos negócios.

A rede social lançou uma nova funcionalidade que permite compras direto na página.

A maioria das redes sociais está aproveitando a interação com o usuário para promover vendas. Instagram, Facebook e Twitter já estão seguindo a tendência. Neste semana, o Pinterest também anunciou seu botão “Comprar”. A rede social de imagens pode ajudar a impulsionar pequenos negócios com a nova função.

O fato é que a disponibilidade de comprar do usuário é bem maior no Pinterest do que nas demais redes. As pessoas acessam os painéis de imagens, geralmente, procuram por ideias, tendências e inspirações. Ter a oportunidade de vender neste momento pode ser crucial.

Para o CEO da companhia Ben Silbermann, oferecer o botão “Comprar” ajuda a manter os mais de 47 milhões de usuários no Pinterest. Ã diferença pode ser ainda maior para quem usa a rede no celular. Hoje, 80% dos seguidores acompanham as novidades pelo smartphone.

Os produtos disponíveis para venda pela rede aparecerão com o preço em azul, para facilitar a vida do consumidor. O botão deve aparecer para usuários da plataforma Apple, nos Estados Unidos, nas próximas semanas.

Para ganhar consumidores no Pinterest, produza imagens, mantenha os painéis atualizados e faça legendas que ajudem a identificar o produto.

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

O uso das redes sociais mudou a forma como as pessoas se relacionarem, inclusive no plano profissional. Hoje em dia é possível se apresentar a qualquer um do mercado usando a internet. Com a facilidade de acesso, porém, vieram muitas mudanças. As pessoas recebem uma série de convites de conexão no LinkedIn, por exemplo. Mas quantas delas são de fato úteis? Em uma era em que conhecer pessoas já não é o grande problema, a representação de cada um na internet se torna um elemento crítico.

Se um empreendedor quiser realmente tirar proveito dessas alianças, vai precisar ir além do contato. Precisa primeiro pensar no que pretende obter desse networking, como se qualificar para ser uma boa conexão para seus parceiros e como ampliar sua base de forma estruturada e com as pessoas certas. A agência americana Marketing Zen, especializada em startups, publicou um texto em seu blog com cinco passos elementares, mas nem sempre adotados pelos empreendedores. Veja os principais pontos.

 

Tenha metas determinadas.


Ao traçar um plano para ter mais conexões, o empreendedor deve determinar quantos passos deverá dar até seu objetivo. Quem ele deve atingir e com quantas empresas será preciso falar? Além de estabelecer um cronograma, esse exercício vai ajudá-lo a entender quais são essas conexões, para que ele possa modular seu discurso de acordo com os interlocutores.

 

Tenha um bom perfil online.


Para se conectar com quem faz a diferença, o empreendedor precisa ser notado. Para isso, é fundamental ter um perfil sólido. Seja na página da empresa ou em redes sociais profissionais, como o LinkedIn, o perfil deve estar sempre atualizado e ter links para outras redes sociais, como Twitter e Quora, para ampliar o alcance do conteúdo publicado. Networking é muito mais que conhecer pessoas e está ligado à disseminação das mensagens de quem a pessoa é e o que ela faz.

 

Faça um blog.


Para construir um bom perfil online, é preciso que o público saiba o que o empreendedor pensa, quais são as percepções sobre mercado, produto, indústria. O blog é a primeira ferramenta a usar. É preciso que ele seja atraente para o público com quem o empreendedor quer manter contato e que tenha a possibilidade de interação com os leitores e possa ser compartilhado em redes sociais. Assim a voz do empreendedor chega muito mais longe.

 

Use links e palavras-chave.


Quando o blogueiro passa a gerar conteúdo constantemente deve entender que o uso de palavras-chave são ferramentas poderosas para fazer o blog ser notado – é objetivo primário de um posicionamento melhor nos resultados de buscas. Para ampliar o raio de ação, o empreendedor deve usar links para dirigir seu leitor para publicações e posts sobre assuntos similares.

 

Compartilhe e conecte.


Construir relações online é a maior parte do networking, mas não a única. O empreendedor precisará manter contato com pessoas e empresas que nunca ouviram falar dele. Por isso, é necessário cultivar o solo para uma nova relação. Ações simples, como retuitar algum conteúdo dessas conexões ou endossar as competências de alguém no LinkedIn sinalizam o interesse de trabalhar em conjunto.

 

 

Fonte: Agência Marketing Zen

 

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

O Facebook vai ensinar empreendedores brasileiros a aproveitar todos os recursos oferecidos pela rede social em seus negócios. Nesta quarta-feira (12/11), a empresa convidou empresários e jornalistas ao escritório em São Paulo para apresentar o programa Facebook para Empreendedores, que oferecerá cursos, descontos em serviços e realizará eventos no país para estimular e potencializar o uso da plataforma por pequenas e médias empresas.

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Os vídeos de publicidade que se reproduzem automaticamente na web não são novidade: há algum tempo eles dominaram redes sociais como o Facebook e o Twitter, tirando do usuário a opção de visualizar o conteúdo somente quando desejar. A medida, ainda que não agrade a maior parte dos usuários, tem trazido benefícios às empresas, que revelam bons números aos anunciantes.

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Facebook e Sebrae anunciam parceria inédita para capacitar mais de um milhão de empreendedores brasileiros ainda em 2014. O projeto visa a contribuir para a inclusão digital das micro e pequenas empresas, apresentar as oportunidades e o potencial de geração de negócios do mundo on line, assim como ensiná-los a usar o Facebook para dar visibilidade às suas empresas e prosperarem no mercado atual.

Página 1 de 2