Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

StartupEspecialistas listam o que é importante avaliar para quem deseja escalar a sua empresa.

Todo empreendedor quer ver sua empresa crescer. Alguns aspectos, no entanto, devem ser bem analisados antes de buscar um investimento para escalar o seu negócio. Um dos principais erros na hora de escalar uma startup, por exemplo, é tomar essa decisão de maneira precipitada.

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Startup Considerando que ideias não são passiveis de proteção legal de propriedade intelectual, não existe qualquer impeditivo para se reproduzir um modelo de negócio já existente. Entretanto, cabe observar que muitos itens potencialmente essenciais para sua execução podem ser protegidos, desde o design do produto/site até as tecnologias que tenham sido criadas, sem contar a marca da empresa original.

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

StartupO empreendedor William Machado, que vendeu seu negócio Tiqueimóveis para o grupo argentino Dridco, conta como cativou esses parceiros.

Investidores têm um olhar holístico. Para aventar o aporte em uma startup, eles não olham apenas para o plano de negócios e a tecnologia do produto. Aspectos intangíveis, como engajamento e criatividade, também têm grande valor nessa equação. Para causar boa impressão em um capitalista, o empreendedor precisa mostrar que sabe como amarrar todos os pontos de sua empresa, mesmo que a operação não esteja a pleno vapor. William Machado já passou por esse desafio. Fundador do portal Tiqueimóveis, que faz anúncios classificados voltados para a construção civil, ele vendeu seu negócio para o grupo argentino Dridco em 2012. Atual diretor-geral do negócio no Brasil, Machado listou 12 pontos que tornaram a Tiqueimóveis atraente para os argentinos.

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

  Uma startup costuma ter recursos limitados. Por isso, uma remuneração elevada iria consumi-los rapidamente. Mais importante do que isto, os recursos existentes devem ser destinados primeiro para a conquista de clientes. Só com dinheiro de novos negócios em caixa é que os sócios podem pensar na remuneração.

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

DicasNa hora de buscar um investimento, veja quais abordagens costumam conquistar os investidores.

Quase todo empreendedor fica animado na hora de falar do seu negócio. Na hora de encarar os investidores, no entanto, é precisa saber vender bem sua ideia e aproveitar o tempo para falar só o que interessa. “Se possível, ele tem que fazer uma boa lição de casa e ter preparado bem o pitch dele para destacar os principais pontos que podem conquistar a atenção do investidor”, diz Cassio Spina, presidente da associação Anjos do Brasil.

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

StartupQuem lida com tecnologia precisa ter muito cuidado ao validar seu modelo de negócios e ao terceirizar o desenvolvimento de ferramentas.

Joãozinho tinha um projeto super bacana para sua startup digital: um marketplace para juntar compradores e vendedores de um certo setor. Praticamente não havia concorrentes, e o mercado parecia promissor. Ele não era desenvolvedor, então precisava de recursos para a parte tecnológica. Decidiu, então, montar um plano de negócios para buscar apoio de um investidor.

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

StartupDharmesh Shah incentiva empreendedores a exercitar sua capacidade de síntese com exercício simples.

Empreendedores precisam se acostumar e conviver com restrições. Muitos precisam trabalhar com escassez de recursos e em nichos com um público ainda em formação. Cabe as suas startups domarem essas dificuldades, propondo soluções inteligentes.

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

StartupInvestidores, empreendedores e boas ideias. O Vale do Silício, nos Estados Unidos, ficou conhecido por reunir em um mesmo local as condições ideias para que startups e inovadores pudessem se desenvolver. Com características muito particulares, não é simples reproduzir em outros cantos do mundo o mesmo ambiente. Mas, com apoio, é possível estabelecer ambientes favoráveis para o desenvolvimento de novos negócios.

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

StartupMétodo ajuda a encontrar soluções para os problemas do dia a dia.

Fazer escolhas e resolver problemas. Esse é um dos principais desafios na vida de um empreendedor. Para facilitar essa tomada de decisões, muitos estão buscando a ajuda do design thinking, um conjunto de métodos e processos para lidar com obstáculos e analisar soluções. “A abordagem é focada no ser humano. Isso significa que partimos sempre do que é 'desejado' pela pessoa”, afirma Mônica Puoli, especialista no assunto e responsável pela Escola Design Thinking. “Procuramos descobrir as reais necessidades em vez de criar soluções ou produtos a partir de pressuposições.”

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa

StartupSaiba como estabelecer bons contatos e aprofundá-los para gerar futuras parcerias para sua startup.

No universo dos negócios, ter um bom networking é fundamental. Isto não significa, porém, que quantidade de contatos significa qualidade. Uma rede de relacionamentos eficiente é aquela que tem as pessoas certas. “Infelizmente a maioria confunde o aspecto da abrangência do networking com o lado realmente importante, que é a profundidade”, afirma Edson Rigonatti, sócio da Astella Investimentos.

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Quando foi fundado no Brasil, em 2009, o portal Viva Real, de anúncio de imóveis, abraçou com carinho o termo startup. Os empreendedores o empregavam para apresentar o negócio como uma empresa de modelo inovador e dotada das tecnologias mais recentes para proporcionar bons resultados. Nesses quatro anos de existência, O Viva Real cresceu, recebeu investimento, começou a contratar e abriu escritórios em 13 cidades do Brasil. Chegou a um ponto em que, segundo seus sócios, deixou de ser uma startup e tornou-se uma empresa já consolidada. Mas por que – e quando – uma empresa deve parar de se denominar uma startup?

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

StartupTer um produto ou modelo de negócio inovador, ser escalável e ter potencial para atingir grandes mercados são algumas das principais características de uma startup. Apesar de serem muito inovadoras, há determinadas práticas adotadas nestas empresas que podem servir de inspiração para pequenos e médios empresários.

Uma das recomendações é validar as ideias antes de lançar no mercado. “Se o pequeno negócio tiver uma cultura de testes e aprendizado, isso pode ser muito benéfico para a empresa”, afirma Pablo Ribeiro, gestor do Startup Network da Endeavor.

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

StartupO Brasil entrou definitivamente no mapa do empreendedorismo. Com a economia relativamente aquecida, empresas e investidores estrangeiros enxergam oportunidades no mercado brasileiro.

Para quem deseja abrir uma startup de tecnologia, a hora pode ser agora. Mesmo assim, há sempre uma dúvida no ar: vale a pena arriscar a estabilidade de um salário para iniciar um negócio próprio? Para tentar ajudar na questão, INFO conversou com três empreendedores que contam sua experiência no mundo das startups.

Subcategorias

Mapas de startups pelo Brasil.



Representante, entre aqui!