Ferramenta Simplifica Processo de Criação de Negócio

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Planejamento Inicial Os Agentes Locais de Inovação (ALI) da Bahia descobriram na terça-feira (10) o mapa visual que otimiza a criação do plano de negócio e amplia o potencial competitivo dos empreendimentos. Chamado de Business Model Canvas (ou Quadro de Modelos de Negócios), a ferramenta permite que o empresário analise e desenvolva, em uma única folha, as nove principais partes de um empreendimento: segmento de clientes, proposta de valor, canais, relacionamentos, recursos chave, atividades chave, parceiros chave, estrutura de custo e fontes de receitas.

 
O agente Diego Berguer conta que começou a estudar a teoria do Canvas por conta própria, mas viu no workshop dessa tarde a oportunidade de desenvolver a ferramenta na prática. “Percebi que é possível aplicar tudo isso já dentro do projeto de orientação dos empresários”, afirma, referindo-se à sua atuação em Feira de Santana. “Quando levarmos isso para estruturar o empreendimento, acredito que o empresário passará a ter ciência de aspectos que ele não conseguiria visualizar sozinho. E no final, vai conseguir reduzir custos e ampliar receitas”, prevê.

De acordo com o consultor do Sebrae, Rafael Carvalho, em cada bloco do Canvas são trabalhados os conceitos de inovação a partir de lembretes em post-it, com apresentação da teoria e aplicação imediata em cada caso concreto. “Por ser uma ferramenta mais fácil e didática, você consegue atingir até mesmo os empresários que têm aversão à criação de um plano de negócios. A novidade aqui é a forma de organizar essas informações”, explica.

Durante o workshop, Rafael apresentou exemplos de grandes empresas, como Google, cujos fundadores pautaram o modelo de inovação mais ligado à construção de novos valores e menos ao desenvolvimento tecnológico em si. Na prática, o Canvas mostra como é possível aos micro e pequenos negócios trabalhar a inovação sem que, com isso, sejam desenvolvidos projetos caros, complexos e de base apenas tecnológica.

A coordenadora de Acesso à Inovação e Tecnologia do Sebrae na Bahia, Márcia Suede, ressalta que a ideia de levar aos ALI o workshop está na necessidade de inovar para garantir o diferencial competitivo. “Os agentes auxiliam os empresários a perceberem o mercado externo e o interno, mudando não o plano de negócios, mas sim o modelo”, informa.

O programa ALI é desenvolvido pelo Sebrae em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ), ofertando soluções em inovação e tecnologia para alavancar o nível de crescimento e de faturamento das empresas. De acordo com o gestor do ALI, Marcelo Andrade, o Canvas facilita a atuação dos Agentes, uma vez que permite uma margem maior de ajustes. “Além de ser uma metodologia nova, é também aplicável ao ALI, que lida com um plano de negócios mais lúdico e dinâmico”.

Durante a edição 2013 da Feira do Empreendedor, os visitantes também poderão conhecer a ferramenta na oficina Construindo Seu Modelo de Negócios – Canvas, que será realizada no dia 25 de outubro, das 14h30 às 17h30 e das 18h30 às 21h30. O valor da capacitação é R$ 20 e as inscrições podem ser feitas no site do evento, que também disponibiliza a programação de 22 a 26 de outubro.

 

 

Fonte: Pequenas empresas Grandes negócios

 

Cálculos Financeiros

Oferecimento
I n v e s t i n g . c o m

Fibonacci

Pip

Pivot

Margem

Lucro

Câmbio



Representante, entre aqui!