Procedimento em Meio a Pandemia

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Plano de Emergência

Devido ao momento crítico, alguns negócios também sofrem quedas inesperadas nas vendas. Quando algo não calculado ou acidentes financeiros graves acontecem, é necessário, planos de contingencia.

É claro que um bom capital de giro pode impedir o abatimento de uma empresa neste momento, mas mesmo assim devemos ser prudentes, pois o momento pode durar três meses, mas também pode durar um ano de soma de alugueis, salários, fornecimento de material e custos...

Esta geração está diante de uma pandemia real.

 

Veja alguns procedimentos que você pode adotar para os negócios:


Reavaliar reposição de estoque

  1. Aquele produto que você tem estocado em grande quantidade, não faça novos pedidos e, se possível, até cancele pedidos já feitos;
  2. Evite pedidos de produtos com saída baixa, deixe-o faltar;
  3. Não é um bom momento para testar novidades, evite este tipo de produto também;
  4. Evite, ao máximo, qualquer tipo de gasto.

Adaptar-se ao momento

Se você é um bom investidor, já tem app, serviços e vendas online.
Se não tem, este é o momento para investir nestes recursos.
Não poupe esforços, resolva isto rápido. Observe que o uso da internet intensificou-se nas redes sócias, cursos à distância e compras online, por causa do isolamento.

Campanha publicitária

Após preparar a estrutura de recepção, divulgue promoções para pessoas e grupos interessados no seu tipo de produto ou serviço.
Associe a sua imagem a uma empresa responsável, que cuida do bem estar de seus clientes:

  • Seu produto é estocado, embalado e postado de forma higienizada;
  • Seu funcionário que visitará o cliente, é saudável, leva álcool gel e irá de máscara e luva;
  • Seu cliente pode tirar dúvidas sobre o assunto a qualquer momento.

Funcionário à distância

Reduza o número de funcionários físicos. Se possível, estabeleça o desenvolvimento da empresa a distância. (a maior parte das residências já tem um computador, celular e internet)

  1. Reuniões e vídeo conferências com equipes e departamentos à distância;
  2. Atendentes e vendedores atendendo clientes on-line, de suas casas;
  3. Apps e lojas on-line executando vendas automáticas;
  4. Sintonize-se com uma transportadora ou correios para despachar os pedidos feitos.

O teletrabalho deve ser estabelecido por acordo individual ou acordo coletivo. As empresas deverão observar as regras previstas nos Artigos 75-A ao 75-E, relativas à infraestrutura, custeio dos equipamentos e despesas que o empregado tiver para realizar o teletrabalho. O empregador deverá instruir os empregados, de maneira expressa e ostensiva, quanto às precauções a tomar a fim de evitar doenças e acidentes de trabalho, exceto empregados em teletrabalho do trabalho extraordinário.

Recesso

Concessão de férias coletivas

É permitida a concessão das férias coletivas por parte da empresa, em dois períodos não inferiores a 10 dias. Diante da situação de força maior, o prazo legal de comunicação da concessão das férias (15 dias) será relativizado pelo Governo, conforme anunciado. O terço constitucional é devido e deverá ser pago no ato de concessão das férias. A celebração de acordo coletiva, com base no artigo 611-A, da CLT (prevalência do acordado sobre o legislado), poderá estabelecer regras mais flexíveis para empresas e empregados.

Antecipação das férias

Devido ao caráter emergencial, a empresa poderá antecipar as férias dos seus empregados, inclusive daqueles que ainda não tenham o período aquisitivo de 12 meses.

Banco de horas

No Artigo 59, da CLT, o banco de horas pode ser estabelecido mediante acordo individual para compensação das horas extraordinárias em até seis meses ou por acordo coletivo, para compensação das horas no prazo acima de seis meses até um ano. Nesta hipótese, o empregador poderá compensar posteriormente as horas negativas (devidas pelos empregados) em razão do estado emergencial apresentado.

Contrato a tempo parcial

O trabalho em regime parcial permite jornada semanal de até 26 horas, com possibilidade de horas extras ou de até 30 horas, sem a possibilidade de horas extras, mediante o pagamento de salário proporcional à sua jornada.

Redução de salário e jornada

Disciplinadas no Artigo 611-A, parágrafo 3ª, da CLT, estabelecidas mediante celebração de acordo coletivo, devendo ser observadas as condições obrigatórias de proteção do trabalhador (manutenção do emprego) e prazo de vigência da medida.

Suspensão temporária dos contratos de trabalho

Disciplinada no Artigo 476-A, da CLT, implantação mediante celebração de acordo coletivo, prevê a suspensão temporária dos contratos de trabalho, no período entre dois e cinco meses. Implementação obrigatória de cursos de qualificação profissional, devendo o empregado comprovar sua inscrição no curso e para habilitação ao recebimento do benefício. Ressalte-se que durante o período de suspensão do contrato, os salários dos empregados serão pagos pelo Governo através de recursos do FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador), respeitado o limite do teto do seguro desemprego.

 

 

 

André Balchant
Agência Núcleo



Representante, entre aqui!