Avaliação de Startup

Star InactiveStar InactiveStar InactiveStar InactiveStar Inactive
 

Gráfico7 formas de avaliar e reduzir os riscos de sua startup

Quando somos crianças, corremos vários perigos sem pensar no que pode acontecer. Simplesmente não temos a noção de que algo é perigoso. Quando crescemos e chegamos à adolescência, temos mais consciência, mas corremos riscos por nossa própria vontade. Ao chegar à idade adulta, nosso apetite por riscos tende a diminuir radicalmente. O pior é quando no lugar dele surge o medo completo de arriscar. Adam Toren, empreendedor e blogueiro do site Young Entrepreneur, listou sete formas de avaliar riscos – e como reduzi-los.



1 – Qual seria seu pior cenário?

Precisa decidir se arrisca ou não? Pense sobre o que poderia acontecer se você assumisse o risco e falhasse. Que consequências isso geraria para o negócio? Ele seria arruinado? Provavelmente não. Imagine quais seriam as possibilidades mais desastrosas. Você sobreviveria? Em caso positive, pode ser o momento de arriscar!

2 – A melhor escolha seguinte
Se você decidir não assumir o risco, qual é sua melhor opção seguinte? Ela é menos arriscada? Que diferença ela vai fazer se for bem-sucedida? Considere todas as opções. Se a de maior risco ainda parecer melhor, assuma-a!

3 – Seu plano B
Se você tomar a decisão de assumir uma opção mais arriscada, mas perceber que ela está dando errado, mude imediatamente. Tenha na manga um plano B ou até um plano C, para o caso de precisar de um.

4 – Ouça opiniões
Você acredita que tem uma ótima ideia. Agora pergunte a pessoas de confiança – e mais experientes – o que elas acham. No melhor caso, elas vão ajudar a diminuir sua ansiedade e podem até dar algumas ideias de como reduzir o risco. Mas elas também podem dizer a você para não fazer aquilo. Se muita gente disser o mesmo, reavalie.

5 – Planeje, planeje, planeje
Você pode reduzir o risco com um bom planejamento. Invista um tempo em determinar cada passo para se preparar para executá-los com sucesso. Você pode até decidir por usar um software de planejamento ou determinar metas e medidas para o sucesso. Assim você tem mais certeza de que você está na linha certa e de que seu plano está funcionando.

6 – Teste!
É possível fazer um teste de sua ideia arriscada para saber se como ela se sai? Talvez você possa tentar com um dos clientes atuais ou com apenas uma de suas operações. Se sua ideia estiver relacionada a vendas, você pode fazer uma promoção especial com tempo limitado, que sempre pode ser estendida em caso de sucesso. Com os testes você reduz a possibilidade de fracasso.

7 – Jogue-se de cabeça
 Se você analisou os riscos, pensou bem, planejou e testou, chegou a hora de agir. Jogue-se de cabeça na empreitada da mesma forma que você fazia na infância e na adolescência. Não pense nos riscos, apenas aproveite o momento. Isso é parte do empreendedorismo!


Fonte: PEGN 

  

Destaques

Índices Financeiros

Em tempo real.
I n v e s t i n g . c o m

Bolsas de Valores
Commodities
Principais Ações
Resultados Divulgados

Cotação Real (R$)
Criptomoedas

Calendário Econômico

Comunidade Almes

revistas em quadrinhos.
digitalizadas e gratuitas.
♥ ♥ ♥ diversos modelos...!!!


Representante, entre aqui!