Idéias de Negócios

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

TendênciasIdéias de negócios para lucrar no verão.

  • Verão
  • Idéias de Negócio
  • Sorvetes Diferentes
  • Comida Saudável
  • Comida Pronta
  • Comércio Sazonal
  • Educação Executiva
  • Atividades para as Crianças
  • Hospedagem para Pets
  • Estética
  • Esporte
  • Eventos

 

O verão vem ai, e é uma boa época para quem quer iniciar um negócio próprio.

Se você é uma dessas pessoas, está na hora de se mexer para garantir que o seu empreendimento esteja funcionando a tempo.

 

Para te ajudar, consultamos especialistas que indicaram ideias de negócio interessantes para essa época do ano. As dicas vão desde o setor de alimentação, passando por esportes e viagens e incluem também cursos para crianças e adultos.

 

“Toda sazonalidade serve de argumento para novos contatos comerciais. E o empreendedor pode usar essa experiência como teste para continuar o negócio depois”, afirma Alessandro Saade, professor da Business School São Paulo (BSP).

 

“Hoje é muito mais fácil montar um negocio desse porque existe a figura do MEI (Microempreendedor Individual), que é um negócio fácil de abrir e depois não fica tão caro para fechar ou para manter ao longo do ano”, completa o professor Marcelo Nakagawa, do Insper.

 

Apesar dessa facilidade, é importante que o empreendedor esteja minimamente capacitado para atuar na área que escolher, alerta Ana Fontes, da Rede Mulher Empreendedora.

 

Quer empreender no verão, mas está sem ideias? Veja a seguir dez sugestões:

 

1- Sorvetes diferentes

 

Aproveitar o verão para iniciar um negócio de sorvetes não é a ideia mais original do mundo. Porém, é possível deixar o seu produto e o seu negócio mais atraentes para o cliente e conseguir um bom resultado, garante Marcelo Nakagawa, do Insper.

 

“É importante não ser só mais um dentre tantos negócios desse tipo, mas sim aproveitar a demanda que aparece nesses momentos para entregar uma experiência diferente”, afirma. Seu diferencial pode estar na embalagem ou um sabor mais exótico, exemplifica o especialista.

 

2 – Comida saudável

 

A moda da comida saudável continua e deve ganhar mais força no verão, ou ainda no “pré-verão”, quando as pessoas estão se preparando para se exibir na praia.

 

Pode estar um pouco em cima da hora para aproveitar essa onda, mas, se você for rápido, pode conseguir algum dinheiro.

 

“Sanduíches e alimentos mais naturais e saudáveis são negócio pontuais que fazem sucesso o verão”, afirma Nakagawa.

 

Porém, Ana Fontes, da Rede Mulher Empreendedora, alerta para a necessidade de produzir tudo seguindo as regras de higiene vigentes. “É importante ficar atento a isso, senão o empreendedor pode ter problemas”, avisa.

 

Uma alternativa mais simples e que ainda está ligada à alimentação é vender frutas na praia.

 

“Sempre vejo mães buscando frutas para os filhos nos quiosques na beira do mar, mas ninguém vende. Só tem o suco. Essa é uma ideia simples que pode dar resultado”, diz Fontes.

 

3 – Comida pronta

 

Quem vai viajar com a família não está no clima de cozinhar todos os dias, mas também pode não ter dinheiro para comer em restaurantes sempre. Por isso, uma alternativa interessante é montar um serviço de entrega de congelados, aconselha Fontes.

 

“Um serviço de comida congelada com coisas mais práticas pode ser uma boa. Para isso, é importante pensar em alimentos que tenham a ver com ambiente de litoral”, afirma a empreendedora.

 

4 – Comércio sazonal

 

O fim do ano é a época em que as pessoas buscam decoração de Natal e peças de moda praia para usar nas férias.

 

Você pode então aproveitar essa demanda para vender esses itens apenas nessa época, aconselha Nakagawa, do Inpser.

 

Além dos itens mais conhecidos, o professor lembra que é possível também vender kits focados nas crianças, que estarão de férias em casa, enquanto muitos pais precisam trabalhar.

 

“Você pode vender kits educacionais que os pais compram para os filhos, como livros, pintura, robótica, faça você mesmo e artesanato.”

 

5 – Educação executiva

 

Muita gente aproveita as férias coletivas não para viajar, mas para se aperfeiçoar profissionalmente. Sendo assim, uma alternativa é criar um negócio de educação executiva, indica o professor do Insper.

 

“Hoje, com Facebook e Linkedin é muito fácil divulgar esse tipo de curso. Você pode criar tanto algo online quanto presencial. Janeiro é um mês morto nos hotéis de São Paulo. Você pode usar esses espaços para o curso, por exemplo”, aconselha.

 

Se o próprio empreendedor não tiver um conhecimento específico para transmitir, ele pode agir como curador, diz Nakagawa.

 

6 – Atividades para as crianças

 

Criar um negócio que ofereça atividades para as crianças durante as férias pode ser uma boa aposta, aconselha Ana Fontes.

 

“As crianças estão em férias e as mães e pais ficam absolutamente malucos, porque eles precisam trabalhar. Então é uma oportunidade de oferecer algo que seja educativo e divertido ao mesmo tempo. Não existem muitas boas soluções nesse mercado”, analisa Fontes.

 

A própria empreendedora dá algumas ideias. “As crianças podem aprender culinária, por exemplo, ou ainda como criar joguinhos, algo mais ligado à tecnologia.”

 

Porém, ela alerta que é preciso ter estrutura e alguma capacitação a atividade. “Ficar com criança sem estrutura é uma super roubada.”

 

7 – Hospedagem para pets

 

Muitas famílias vão viajar e não querem ou não podem levar junto o bichinho de estimação. Portanto, um serviço de hospedagem para pets pode ser um ótimo negócio.

 

“É um negócio que explode nessa época, as vagas acabam rapidamente”, afirma Fontes.

 

8 – Estética

 

Todo mundo quer estar bonito no verão. Portanto, se você tem alguma capacitação na área de estética e ainda quer aproveitar o período pré-verão para faturar, por que não ir atrás de clientes?

 

“Está um pouco em cima, mas ainda dá tempo de fazer algo. Você pode fazer uma divulgação pelo Whatsapp, ou mesmo bater na porta da pousada que fica perto da sua casa”, aconselha Alessandro Saade, professor da BSP.

 

Uma dica do professor é fazer referência ao verão na hora de divulgar. “As estações do ano servem para termos argumentos para novos contatos comerciais. Então é importante usar a criatividade, chamar o cliente para se preparar para o verão, por exemplo”, afirma.

 

9 – Esporte

 

Nas férias, as pessoas estão mais propensas a buscar novas experiências. Por isso, se você tem alguma habilidade com esportes como surfe ou stand up paddle, pode aproveitar o momento para oferecer aulas e passeios.

 

“Um caminho legal é o entretenimento de esporte. Stand up paddle, surfe, velejar, paraquedas. Isso tudo tem mais aceitação no verão”, afirma Saade.

 

10 – Eventos

 

Se você leva jeito para organizar festas e eventos, esse pode ser um ótimo momento para colocar suas habilidades em prática.

 

“Nas férias, as pessoas buscam entretenimento, eventos. Então você pode organizar festas, jantares temáticos ou shows”, indica o professor da BSP.

 

Para isso, não é necessário ser dono de um bar. “Você pode fazer parcerias com os bares, criar o nome da festa, escolher as bandas e combinar de ficar com uma parte do que entrar, por exemplo.”

 

O professor ressalta ainda que não é necessário se arriscar sozinho. “Se você tem um amigo que é DJ, pode ainda combinar com ele de dividirem o trabalho e os ganhos.”

 

 

 

 

 

Fonte: Exame

Investidores On-line

Temos 1578 empreendedores e Nenhum membro online



Representante, entre aqui!