Lições da Barraca de Limonada para Ser um Excelente Vendedor

Imprimir
Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Negócios de crianças nos EUA obedecem a fundamentos que devem ser adotados em qualquer negócio brasileiro.

Por mais que não existam no Brasil, as barraquinhas de limonada são bastante conhecidas por aqui. Mostrada a nós em vários filmes americanos, elas são o primeiro empreendimento de muitas das crianças de lá. 

 De acordo com Eric Holtzclaw, um empreendedor serial e escritor americano, as barracas de limonada mostram que é possível atingir ganhos bem maiores do que o investimento inicial baseado em uma série de princípios.

 

Cada fundamento, segundo Holtzclaw, pode ser bastante úteil para o seu negócio. E mostram, nas barracas, uma aplicação prática e didática de lições de empreendedorismo. Em artigo publicado no site da revista "Inc.", o especialista listou cada um deles. Confira:

 

1. É um bootstrapping

Com a popularização dos negócios digitais, aumentou a fatia de empresas que não crescem com recursos próprios. Nestes casos, o crescimento ocorre por meio de investimentos externos, feitos por investidores. As pessoas que injetam este dinheiro, naturalmente, o fazem em troca de algo. Normalmente, ganham uma participação na empresa.

De acordo com Holtzclaw, para não perder uma parte do negócio, vale seguir um fundamento simples: comprar produtos, revendê-los por preços maiores e reinvestir os lucros – premissa clássica do empreendedorismo que se tornou conhecida como bootstrapping.

 

2. Localização é fundamental

No artigo, Holtzclaw fala de sua jovem sobrinha, que montou uma barraca de limonada há alguns meses em uma cruzamento de uma rua movimentada, um pouco afastado de sua casa, que fica em uma rua mais calma.

A decisão de ir para mais longe de casa fez com que seus ganhos fossem substancialmente maiores. Isso ocorreu por uma razão simples: havia pessoas por perto para comprar o produto.

 

3. Tudo no tempo certo

As barracas de limonada proliferam quando é verão. Não adianta muito abrir um negócio do tipo no inverno, quando todo mundo está querendo uma bebida mais quente.

Holtzclaw diz que, na hora de lançar um produto, o empreendedor tenha a consciência de que, dependendo do que vender, ele estará com um produto sazonal nas mãos. E que, por exemplo, ele deve usar uma parte do que ganhou na maré alta das vendas para que seu negócio sobreviva a fases piores.

 

4. Amostras grátis

Quem não gosta de ganhar coisas? Partindo deste princípio, Holtzclaw afirma que você deveria oferecer amostras grátis de seus produtos. Ao dar o que você vende, seus clientes conhecem seus produtos sem que precisem pagar por isso.

Além disso, faz com que gostem mais de sua empresa do que das concorrentes.

 

5. Destaque-se para ter sucesso

Como já foi dito, as barracas de limonada são bastante comuns nos Estados Unidos. Para se diferenciar, é preciso ter os melhores limões, preços competitivos e um ótimo atendimento. O mesmo deve ser feito por qualquer empreendedor que queira superar seus concorrentes, afirma Holtzclaw.

 

6. Diversifique seus produtos

Holtzclaw, mais uma vez, fala da barraca de limonada de sua sobrinha. Ela, para se diferenciar da concorrência, também vende cookies de chocolate. Ela faz o possível, aliás, para que os clientes comprem o suco e o biscoito.

Para isso, oferece um desconto quando a compra dupla é feita. Se você vende apenas um produto em sua loja, pense em fazer o mesmo que a sobrinha de Holtzclaw.