Segundo dados fornecidos pelo especialista Mario Júnior, sócio da S2 consultoria, 52% dos currículos dos profissionais brasileiros têm alguma mentira. Seja um idioma que a pessoa não domina ou alguma experiência que ela não tem.