Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Imagem EstratégicaEmpreendedores que emprestam o nome aos negócios ensinam a equilibrar os valores pessoais com a imagem da empresa.

O que acontece quando o nome do fundador se confunde com o do negócio? Em uma empresa como a Maurício de Sousa Produções, é difícil não associar figura do famoso quadrinista com o estúdio responsável pela publicação das histórias da Turma da Mônica. Criado em 1963, o projeto foi batizado inicialmente como Bidulândia Serviços de Imprensa – uma homenagem ao cãozinho azul de suas tirinhas. “Achei que o nome poderia não ser levado a sério pelo mercado. Eu já era conhecido pelos meus desenhos. Depois disso, o negócio terminou grudando no artista”, diz Sousa.

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Imagem EstratégicaEu já falei aqui – mas não custa nada repetir – que muitos estudos, e até uma observação empírica, mostram que as imagens são o conteúdo que provoca mais engajamento entre os usuários de mídias sociais.

O site da revista Inc., com a ajuda de Janine Popick, fundadora da VerticalResponse, empresa de pesquisas online e mídias sociais, reuniu cinco dicas que podem ajudar a otimizar o uso de imagens.

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Artigos e NotíciasConheça as histórias e ideias de onde saíram nomes como Samsung, Android, Nintendo, Apple e Sony.

Android

O sistema operacional massivamente usado pelo mundo hoje começou como uma pequena startup de Palo Alto, em 2003. À época, seu fundador, Andy Rubin, batizou a empresa motivado por sua grande paixão por robôs, seu principal hobby. Ele escolheu o tipo andróide, que tem aparência semelhante à humana, pensando em criar um logotipo simpático para a empresa. Quando o Google comprou a startup em 2005, manteve o nome da marca.

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Imagem Estratégica Os logotipos são como as ‘caras’ das empresas. Por isso, toda vez que uma companhia decide mudar o seu logo, isso envolve muito mais do que criar apenas um novo desenho. Isso significa também que há uma ‘indústria’ que vive disso – e ganhando muito bem. Porém, algumas das marcas mais famosas não gastaram nadinha para criar suas imagens. Você sabe quais delas investiram fortunas e quais tiveram gasto zero? Confira nesta lista quanto custaram alguns logotipos famosos:

Página 1 de 2

Últimas Notícias